ANDES-SN aciona justiça contra declarações de Weintraub sobre professores

O ANDES-Sindicato Nacional apresentou uma Interpelação Judicial contra as últimas declarações do ministro da Educação, Abraham Weintraub, que entre outras declarações ofensivas se referiu aos professores como “Zebras Gordas” e que os acusou de só trabalhar 8 horas por semana.

Além de agredir os docentes, o ministro da Educação faltou com a verdade uma vez que a jornada dos professores muitas vezes extrapola às 40 horas semanais, se considerar o trabalho em sala de aula, reuniões, preparações de aulas, orientações de estudantes, correções de trabalhos, provas, entre outros.

A interpelação Judicial afirma que “busca obter explicações do Requerido sobre as declarações que proferiu, na qualidade de Ministro de Estado da Educação, atribuindo aos salários de alguns professores universitários vinculados a Universidades e Institutos Federais de Educação Superior (IFES) o grande problema da educação superior no Brasil, afirmando, em acréscimo, que estar-se-ia gastando “uma fortuna” com um “grupo muito pequeno de pessoas”. As declarações sobre os salários do(a)s docentes de universidades federais não foram acompanhadas pela apresentação de qualquer estudo sério sobre a composição salarial da categoria e apenas funcionam como uma desqualificação geral que pretende colocar o conjunto da população contra a universidade pública”.

Fonte: ANDES-SN

ANDES