Mais artigos Andes

28 universidades federais já rejeitaram o Future-se

Os Conselhos Universitários de 28 instituições federais de ensino superior já manifestaram oficialmente a rejeição ao programa Future-se, do governo federal, até o último dia 14. Diversas outras universidades federais constituíram grupos de trabalho para analisar o programa e encaminhar a discussão nos órgãos superiores.

O programa, que representa a extinção da Educação Pública Federal, foi apresentado pelo Ministério da Educação em 17 de julho. Desde então, tem sido repudiado pelas comunidades acadêmicas de quase todas as 68 federais, que vêm realizando assembleias conjuntas e debates sobre o tema.

 Mobilização

Desde que o governo anunciou sucessivos cortes no orçamento da Educação Federal, docentes, estudantes e técnico-administrativos foram às ruas, junto com demais segmentos da sociedade, em defesa da educação.

Após o anúncio do Future-se, os setores da Educação realizaram um dia de paralisação nacional. Em 13 de agosto, milhares foram novamente às ruas em protesto contra os ataques à educação.

No início de outubro (2 e 3), foi realizada uma nova greve, dessa vez de 48 horas. As seções sindicais do ANDES-SN realizaram várias atividades nas universidades, institutos federais e Cefets, para dialogar com a população sobre os ataques à Educação Pública e no segundo dia realizaram manifestações por todo o país.

Confira as universidades federais nas quais os Conselhos Universitários já rejeitaram o Future-se

Universidade de Brasília (UnB)

Universidade Federal de Goiás (UFG)

Universidade Federal do Cariri (UFCA)

Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Universidade Federal do Ceará (UFC)

Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf)

Universidade Federal de Roraima (UFRR)

Universidade Federal do Amapá (Unifap)

Universidade Federal do Amazonas (Ufam)

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop)

Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)

Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Universidade Federal do ABC (Ufabc)

Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Universidade Federal Fluminense (UFF)

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)

Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Universidade Federal de Santa Catarina  (UFSC)

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Universidade Federal do Rio Grande (Furg)

Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) 

Universidade Federal do Pará (UFPA)

Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Universidade Federal Rural do Pernambuco (Uferpe)

Fonte: ANDES-SN

39º Congresso do ANDES-SN acontecerá em fevereiro de 2020 em São Paulo

Contribuições para o caderno de texto devem ser enviadas até 6/11

A diretoria do ANDES-SN divulgou a convocação do 39º Congresso da entidade, que ocorrerá de 4 a 8 de fevereiro, na cidade de São Paulo. O evento, instância máxima de deliberação da categoria filiada ao Sindicato Nacional, terá como tema central “Por liberdades democráticas, autonomia universitária e em defesa da educação pública e gratuita”. A Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp – Seção Sindical do ANDES-SN) sediará o evento.

As contribuições das seções sindicais e dos docentes sindicalizados para o Caderno de Textos deverão ser enviadas até dia 6 de novembro. Aquelas que chegarem após essa data e até 10 de dezembro, irão compor o Anexo ao Caderno de Textos.

Conforme deliberação do 64o Conad, o 39º Congresso terá como pauta os seguintes temas: Conjuntura e Movimento Docente; Planos de Lutas dos Setores; Plano Geral de Lutas; e Questões Organizativas e Financeiras. Além disso, no Tema I não haverá Texto Resolução (TR) sobre a centralidade da luta.

Ainda por recomendação do 64º Conad, os textos de apoio e de resolução devem ser oriundos de assembleia de base, da Diretoria Nacional e das diretorias das seções sindicais ou assinados por pelo menos cinco sindicalizados, sendo que não serão aceitos textos de apoio sem texto de resolução, exceto sobre conjuntura.

Credenciamento. De 2 de dezembro até 29 de janeiro,  delegados, observadores e suplentes poderão enviar a documentação para inscrição. A ratificação ou retificação do credenciamento acontecerá no primeiro dia do 39º Congresso.

Confira aqui a circular com mais informações sobre a padronização dos textos para o Caderno e também os critérios para escolha de delegados e observadores.

Fonte: Andes-SN

ANDES-SN realiza VII Encontro Nacional de Saúde do Trabalhador Docente


Nos próximos dias 25 e 26, professores da base do ANDES-SN se reunirão em Campina Grande (PB), para o VII Encontro Nacional de Saúde do Trabalhador Docente. Na programação, temas como o desmonte do SUS, o papel da universidade na defesa da Seguridade Social, condições de trabalho, adoecimento docente e estratégias de enfrentamento.

Jacqueline Lima, 2ª secretária do ANDES-SN, explica que a ideia do Encontro é fazer um debate sobre a Seguridade Social, tratando de todos os ataques à classe trabalhadora, inclusive, especificando a saúde e as condições de vida dos docentes, tanto da ativa quanto dos aposentados.

“Faremos uma abordagem ampliada a respeito de toda a carga e pressão sobre o trabalhador docente, mas também numa perspectiva classista do trabalhador docente se reconhecendo como trabalhador, até para que ele possa identificar, por exemplo, qual a influência do seu trabalho no adoecimento. É uma reflexão classista”, acrescenta.

A diretora, que integra a coordenação do Grupo de Trabalho de Seguridade Social e Assuntos de Aposentadoria (GTSSA), reforça que o tema saúde mental também estará no debate, pois é um dos grandes problemas dentro da universidade. 

“Temos uma expectativa de que se trabalhe a saúde mental nessa conjuntura atual, com o olhar sobre os docentes, mas, também, com um olhar na comunidade universitária, porque acaba sendo um círculo vicioso. Não tem como tratar da saúde docente de forma isolada, enquanto ele ou ela tem que fazer o enfrentamento no dia a dia, inclusive em relação às condições da saúde mental dos estudantes”, acrescenta Jacqueline. Ela lembra que, no dia seguinte ao encontro (27), será realizada a reunião do GTSSA.

Inscrições e espaço infantil

As inscrições para o VII Encontro Nacional de Saúde do Trabalhador Docente foram prorrogadas e podem ser realizadas até dia 21 (segunda), 12 horas, pelo e-mail da secretaria do ANDES-SN (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.). Também foi prorrogada até segunda a inscrição para o Espaço de Convivência Infantil. As informações estão na Circular 417/2019.

Fonte: ANDES-SN

ANDES